Lavoce Italiana apresenta seus alto-falantes

Lavoce Italiana apresenta seus alto-falantes
maio 18 15:26 2018

Com design italiano e baixo custo de fabricação na China, a empresa planeja oferecer seus transdutores para o mercado latino-americano, com o Brasil no foco.

A Lavoce Italiana foca o design e o fornecimento de transdutores HF e LF para áudio profissional, feitos em uma fábrica especializada em Jiashan, China. O projeto Lavoce foi criado há mais ou menos dez anos pelos proprietários da Elettromedia srl — uma empresa com mais de 30 anos e líder no mercado de peças de reposição de áudio automotivo —, com o objetivo de fabricar seus próprios alto-falantes para áudio automotivo e abrir um novo mercado com os transdutores de áudio profissional Lavoce. Captura de pantalla a las“Isso nos levou a lançar oficialmente a Lavoce como marca na feira ProLight+Sound 2012 em Frankfurt, mas fornecemos para a indústria desde 2009”, contou Kevin Shove, diretor internacional de Vendas.

Atualmente a equipe da Lavoce e os escritórios comerciais centrais ficam no prédio da Elettromedia em Potenza Picena, Itália, e dividem alguns recursos operacionais, incluindo engenharia, pesquisa e desenvolvimento. Neste local trabalham cerca de 75 funcionários.

A planta Lavoce na China tem um staff de 230 pessoas. Atualmente a empresa produz 1 milhão de transdutores por ano, e seu objetivo é se tornar um fornecedor de transdutores OEM/ODM líder para fabricantes de instrumentos musicais e áudio profissional, além de formar parcerias com os melhores distribuidores em cada mercado, por exemplo, o latino-americano.

Produtos

A empresa conta com mais de cem transdutores de ferrita e neodímio em seu catálogo, variando de 1” a 21”, incluindo drivers de compressão, full range de tamanho pequeno, subwoofers e woofers LF e alto-falantes para baixos. “Oferecemos produtos que competem com os melhores do mercado, em termos de funcionamento, qualidade e estilo, mas com a logística e o benefício de custo de fabricar na China”, disse Kevin. “Nossos clientes OEM agora têm uma solução na China que realmente satisfaz os padrões dos que estão acostumados aos nossos concorrentes europeus. E, para os nossos sócios de distribuição, oferecemos performance líder na indústria das marcas premium, mas a um preço mais competitivo. Isso faz com que a Lavoce seja uma proposta muito interessante para cada mercado.”

Leia também:  Powersoft lança novo software ArmoníaPlus 

Desde o início da empresa, apesar de ser nova se comparada com a concorrência, a estratégia original não mudou. Contudo, em 2016 a Lavoce expandiu sua equipe internacional de vendas e tem investido muito no desenvolvimento de produtos, o que possibilitou que em 2017 pudessem lançar um novo site e seu primeiro catálogo. “O ano de 2017 foi importante para estabelecer a Lavoce como um jogador realmente sério no mercado de transdutores”, destacou.

Captura de pantalla a lasA América Latina como objetivo

Especificamente para o mercado latino, a empresa conta com produtos de 10”, 12” e 15” de alta sensibilidade e funcionamento para caixas full range e aplicações em line array, junto com uma grande seleção de subwoofers de 18” de ímã de neodímio e ferrita.

Em termos de distribuição, os mercados latino-americanos são uma parte importante do plano de crescimento da empresa e estarão sob o foco ao longo de 2018. “Com os sócios corretos, achamos que a Lavoce pode oferecer uma grande oportunidade para os usuários e logo se tornará uma marca amplamente popular e aceita”, adicionou Shove.

Com isso em mente, a empresa vem conversando com várias empresas-chave da região, embora não tenha anunciado distribuidores oficiais ainda. “O ano de 2018 será o período em vamos estabelecer a Lavoce nos mercados latino-americanos”, enfatizou.

Captura de pantalla a lasA empresa está buscando representação em cada um dos países para poder vender melhor seus produtos, tendo o México, a Argentina e a Brasil entre os principais objetivos. Mas que requisitos devem cumprir os distribuidores? O Kevin explica: “Além de ser fortes financeiramente e oferecer um ótimo serviço, nossos parceiros precisam ter conhecimento ou experiência ao falar de componentes de alto-falantes, junto com um claro entendimento da melhor comercialização no seu país. Também ajudará muito se tiverem uma rede de dealers estabelecida e relações com fabricantes e outros personagens de influência em seu mercado”.

Leia também:  Os componentes da Fane fazem 60 anos

Passos a seguir

Depois de encontrar os colaboradores corretos, a empresa pensa em trabalhar junto com eles para entender que estratégias de vendas usar e traçar cada plano correspondente. Além disso, darão aos seus sócios uma grande variedade de designs de caixas, que são essenciais para muitos mercados de distribuição, incluindo o latino. “Isso dá aos distribuidores a oportunidade de produzir caixas para que eles e seus dealers possam demonstrar nossos produtos, e também estarão disponíveis para que os usuários finais possam construí-las”, explicou.

Embora todo mercado apresente diferenças, para os componentes de alto-falantes o mercado de distribuição se divide em reparação, DIY (ou “faça você mesmo”) e pequenos fabricantes. “A porcentagem varia em cada mercado, mas na América Latina existe uma paixão maravilhosa de viver para a música e uma grande parte dos clientes gosta de construir suas próprias caixas, o que é muito interessante para nós”, refletiu o diretor de vendas. “Já temos várias soluções ótimas disponíveis para eles e mais produtos excitantes virão este ano.”

“A América Latina é uma região significativa para os transdutores de áudio profissional, e esperamos organizar eventos de treinamento e lançamento da Lavoce com nossos distribuidores. Logicamente estes também incluirão um resumo da companhia, treinamento técnico no foco dos produtos e informações sobre os designs de caixas associados”, concluiu.

lavocespeakers.com

Comentários
view more articles

About Article Author

Redacao MM
Redacao MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles