Tagima lança nova linha da série Brasil, em cocktail

Tagima lança nova linha da série Brasil, em cocktail
maio 19 11:06 2016

Em evento exclusivo, a marca de guitarra Tagima lançou oficialmente sua nova fábrica e modelos exclusivos

A festa foi para poucos mas representativa. Aproximadamente trinta lojistas revendedores da linha brasileira da marca de guitarra Tagima, vindos de sete Estados do Brasil,   foram convidados para a vernissage, do que está sendo considerado o futuro das guitarras de alto valor agregado da empresa.

Não é de hoje que a Marutec, empresa que conglomera as marcas Tagima, Tag Sound, Nagano e Fishman, tem investido em novas máquinas e em sistema produtivo. Para muitos lojistas, uma parte dos consumidores não notavam a diferença do trabalho executado no Brasil com as guitarras chinesas.

Uma somatória de fatores levaram a Tagima a focar mais intensamente na fabricação brasileira, entre elas a exportação, flutuação cambial e elevar a própria representatividade que o produto brasileiro tem dentro do País. Considere ainda, que, com a cotação do dólar acima dos três reais, os preços das guitarras importadas tem se tornado quase que inviáveis e o reconhecimento da melhora de qualidade dos produtos Made in Brazil pode tornar aumentar o mercado de produtos de alto valor agregado e preço.

Em um mercado competitivo, diferente dos anos 80 – onde a entrada de marcas globais era restrita – elevar a qualidade e a velocidade de produção com maquinários de precisão são fatores elementares para manter uma marca.

O evento

Nesta última quarta-feira, dia 19 de maio, lojistas receberam as boas vindas e o presidente da Marutec, Ney Nakamura, posicionou os convidados sobre a atual conjuntura e investimentos na fábrica.

Em seguida, ocorreu a apresentação de Daniel Fish, responsável pela nova logo da Tagima. Detalhes foram alterados para melhorar a leitura da marca no headstock. Os traços estão agora mais suaves e afinados. Já há um tempo, a empresa vinha debatendo sobre a mudança e, em 2015, foi definido que a alteração da logo refletiria os avanços e o novo conceito que a Marutec representa.  “As guitarras brasileiras estão com muita mais qualidade, além de competitivas com as grandes marcas globais”, explica Bruna Tandello, do marketing da Tagima.

Comparação dos logos da Tagima. Nova geração

Comparação dos logos da Tagima. Nova geração

Responsável pela produção, área técnica e desenvolvimento, o luthier Marcio Zaganin, falou em seguida sobre o novo sistema de produção e convidou os lojistas à visita da fábrica.

Leia também:  Pithy Percussão e o primeiro cajón do Brasil

Ao final, o show room da empresa estava preparado com as guitarras já expostas e iluminadas. Haviam áreas para a demonstração do hot site e as amostras das novas embalagens das guitarras que foram re-estilizadas.

O evento contou com uma apresentação e cocktail da musicista Larissa Baq, que tocava a nova Tagima da Jet Blues. Linha desenhada por Marcio Zaganin, lançada oficialmente na ocasião; e finalizou com reunião dos dealers da empresa para discutir as ações comerciais.

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles