Internacional: 10 milhões de dólares para crescer

Internacional: 10 milhões de dólares para crescer
janeiro 20 15:22 2010

10 milhões de dólares para crescer

D’Addario investe pesado na fábrica da Rico para modernizar os equipamentos e otimizar a linha de produção

Cinco anos depois da aquisição da Rico, a D’Addario & Company começa a colher os frutos de uma integração cuidadosamente planejada, prevista para dar continuidade à boa fama conquistada pela marca, pela qualidade de seus produtos. O processo demandou cerca de US$ 10 milhões em investimentos, injetados em diversas fases desde a compra: modernização de equipamentos, treinamento e qualificação de pessoal, e otimização da linha de produção na fábrica. Este quesito, inclusive, foi importantíssimo para o sucesso de todo o empreendimento, sendo também singular, já que foi criado para vigorar em fábricas de automotivos.

Utilizando o sistema de produção criado pela Toyota, conhecido como Lean Manufacturing, a D’Addario eliminou desperdícios na manufatura conjuntamente conseguindo melhoria na qualidade de produto e maior desempenho da fábrica. “Doze executivos de nossa equipe já estão treinados e praticando, exclusivamente, o processo Lean. A filosofia Lean se baseia em um processo contínuo de monitoramento e aperfeiçoamento. Toda a D’Addario & Company está envolvida nisso”, afirma o diretor de Desenvolvimento de Produtos da Rico, Carlos Mejía.

Nesta entrevista para a Música & Mercado, além de falar um pouco mais sobre o processo Lean Management, Mejía revela, em detalhes, as mudanças ocorridas na Rico desde que a D’Addario a assumiu, e ainda revela os desafios da empresa para o futuro. No Brasil, a marca é distribuída pela Musical Express e, com certeza, essa otimização do processo traz melhorias efetivas também para o mercado nacional, como mostra a entrevista a seguir.

Quais foram as mudanças administrativas mais importantes implantadas na fábrica da Rico após a compra pela D’Addario?

Jim D’Addario, CEO da D’Addario & Company, já tem credibilidade na indústria da música. Sua dedicação pessoal para fazer da Rico Reeds uma marca superior em todos os aspectos levou maior segurança aos nossos consumidores. Desde que D’Addario comprou a Rico, em abril de 2004, investimos 10 milhões de dólares para modernizar sua fábrica.

Leia também:  AES 2012: Gobos traz novos sistemas portáteis Redline K-Array

Hoje, esses investimentos permitem à Rico trabalhar com equipamentos de alta precisão, melhorar consideravelmente a tecnologia para desenvolvimento e aperfeiçoamento do plantio de cana e, ainda, criar produtos inovadores, como os porta-palhetas com umidade controlada. Em 2004, construímos mais de 2.300 m2 de fábrica para o processamento de cana na Argentina e criamos 85 novos empregos para a sua produção da cana. Juntando Argentina e França, também disponibilizamos 32 hectares de novas plantações, tudo para ter 100% de controle de nossa provisão de cana, assegurando completamente a qualidade de nossos produtos. Adquirimos ainda equipamentos alemães, que nos permitem experimentar novos modelos para desenvolvimento da cana. Na fábrica da Rico instalamos um sistema de última geração em ventilação, para nos ajudar a retirar a poeira da cana que fica nas máquinas, otimizando a produção. 

Em 2005, a Rico comprou as máquinas de fabricação de palhetas da Glotin Reed Company, modernizando-as totalmente. Elas são usadas para fazer todas as palhetas extras para sax e clarinetes. Recentemente compramos também outras máquinas automáticas, fundamentais para o processo de produção, e estamos desenvolvendo um processo automatizado de corte de cana para aperfeiçoar ainda mais o rendimento.

Especificamente com relação ao pessoal e mão de obra, o que mudou?

Nossa equipe está maior. Agora temos quatro engenheiros para ajudar a liderar o processo de aperfeiçoamento da produção. Finalmente, já começamos a transformar a Rico (e toda a D’Addario & Company) em uma empresa Lean. Lean Manufacturing é um processo desenvolvido pela Toyota para eliminar os desperdícios na linha de produção, melhorar a qualidade do produto e também a performance da fábrica. Doze executivos de nossa equipe já estão treinados e praticando, exclusivamente, o processo Lean. A filosofia Lean é um processo contínuo de monitoramento e aperfeiçoamento. Toda a D’Addario & Company está envolvida nisso.

 

 

Leia também:  Yamaha foca em variedade para suas linhas de guitarra

 

 

 

Quem foi o executivo escolhido para comandar todas essas mudanças? Como essas implementações foram recebidas pela equipe?

O trabalho em equipe é fundamental em tudo o que fazemos. Todas essas mudanças na Rico foram dirigidas pela equipe da empresa com um forte acompanhamento de Jim D’Addario, CEO, e com o  presidente da D’Addario & Company, Rick Drumm. Também tivemos a sorte de reforçar o staff com a contratação do novo vice-presidente de operações, Gary Smith. Gary supervisiona o controle da qualidade, o quadro de funcionários, o desempenho operacional e as operações da fábrica da Costa Oeste. 
Também é responsável pelas áreas de Investigação & Desenvolvimento, engenharia, produção, TI e aspectos financeiros, assim como armazenamento e distribuição. Jim, Rick, Gary e outras pessoas-chave trabalham em colaboração com as operações de engenharia, TI, vendas, marketing e Investigação & Desenvolvimento da companhia [D’Addario] para estarem afinados com as prioridades dos projetos, estratégias e objetivos.  Realizamos reuniões diárias para falar sobre avanços em projetos e criar diretrizes para novas questões. As reuniões semanais são necessárias para desenvolvimento de estratégias, é quando os funcionários mostram suas necessidades e planejamentos.

Quais são os planos da Rico para aumentar a participação no mercado?

A Rico tem empregado uma grande variedade de técnicas de marketing e vendas para aumentar sua participação. Além disso, para melhorar a qualidade e criar produtos inovadores, um de nossos programas de maior sucesso foi nossa conquista nos setores artístico e de inovação. Isso envolve experiências, laboratórios, patrocínios e desenvolvimento de mais materiais educacionais focando mais no design inovador para a fabricação de nossos produtos, assim como conselhos práticos. Essencialmente, estamos oferecendo ao usuário da marca Rico, tanto profissionais quanto estudantes, toda a informação necessária para escolher a palheta certa. Sob uma perspectiva de vendas, estamos trabalhando mais intimamente com nossos distribuidores e lojistas para desenvolver programas de incentivo adaptados ao estado da economia mundial. Esses programas enfocam os benefícios que a Rico propicia, destacando, ao mesmo tempo, a qualidade e o valor da marca. Também estamos trabalhando com nossos sócios de vendas para fazer cumprir a mensagem de que nosso investimento em inovação e qualidade se traduz em melhor relação custo-benefício com o mais alto nível de exigência.

Leia também:  Novas cordas para baixo da Elixir pretende revolucionar

Por dentro do sistema que está revolucionando a Rico

O Sistema Toyota de Produção, também conhecido como Lean Manufacturing ou Produção Enxuta, foi criado pouco depois da Segunda Grande Guerra, após uma visita dos principais executivos da empresa japonesa às fábricas Ford, nos EUA. Identificando falhas no processo, Toyoda Sakichi, fundador da Toyota, seu filho, Toyoda Kiichiro, e o principal executivo da empresa na época, o engenheiro Taiichi Ohno aperfeiçoaram o sistema criado por Henry Ford dando novas, e melhores, bases para a linha de produção. Utilizaram um conceito baseado em 4Ps, como se seguem:

1. Philosophy (Filosofia – Pensamento a Longo Prazo)
• Decisões gerenciais baseadas em uma filosofia de longo prazo, em vez de objetivos financeiros de curto prazo.

2.  Process (Processos – Eliminação de Desperdícios)
• Criar processos em que os produtos realmente ‘fluam’.
• Usar sistemas de produção puxados pelos clientes, para evitar que sejam produzidos materiais desnecessários.
• Parar o sistema quando houver um problema de qualidade (Jidoka).
• Padronizar as atividades para que haja melhoria contínua.
• Controle visual do processo para que não existam problemas que não sejam percebidos.
• Usar apenas tecnologias testadas e de confiança.

3. People and Partners (Pessoas e Parceiros – Respeito, Desafios e Crescimento)
• Líderes que realmente vivam a filosofia Lean.
• Respeitar, desenvolver e desafiar seus colaboradores e times.
• Respeitar, desafiar e ajudar seus fornecedores.

4.  Problem Solving (Solução de Problemas – Melhoria e Aprendizado Contínuos)
• Aprendizagem contínua na organização (Kaizen).
• Tomar decisões com cautela, considerando todas as alternativas; implementar as decisões tomadas rapidamente.
(Fonte: Site Administradores.com.br, no artigo Lean Manufacturing: Um novo conceito em manufatura, de Adriano Fernandes Luna)

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles