Inovação e tradição

Inovação e tradição
julho 10 12:36 2009

Inovação e tradição
Com quase 50 anos de atividade, a Frahm alia a experiência com a busca por novas tecnologias

Evoluir sem esquecer o passado. É dessa forma que a Frahm concilia os aprendizados de quase meio século de existência antenada com a constante evolução do setor. Assim, caminha a passos largos no desenvolvimento tecnológico de seus produtos, mas sem abandonar o valor humano, prática iniciada pelo fundador Norberto Frahm. A Música & Mercado conversou com o diretor comercial da fábrica, Dirceu Kniess, que explicou melhor o modus operandi da empresa e adiantou as novidades para o setor.

A empresa teve início em 9 de junho de 1961 com rádios transistores fabricados pessoalmente pelo fundador, Norberto Frahm. Como surgiu a necessidade de ampliar a gama de produtos?
Dirceu Kniess: Ao longo de seus 48 anos, a Frahm acompanhou grandes transformações nas formas de ouvir música, do rádio ao vinil, à fita cassete, ao CD, ao DVD e, atualmente, aos players de MP3.  
A ampliação e a adequação do mix de produtos são determinantes para o sucesso da empresa.

Um dos lemas da Frahm é o trabalho coletivo. Como isso se aplica na empresa?
Kniess: Isso vem desde nosso fundador, que sempre acreditou e valorizou o trabalho em equipe. Nossa empresa constrói e mantém as relações internas e externas nos detalhes. Existe envolvimento e valorização das pessoas, independente da área de atuação.

A fábrica da Frahm fica em Rio do Sul, Santa Catarina. Como a empresa contribui para a economia da região?
Kniess: Nesses quase 50 anos de existência, muita coisa mudou na empresa, na região e na cidade. É preciso inovar, transformar para acompanhar essas mudanças. A empresa foi crescendo. No início, eram apenas dez funcionários, hoje são 400. Esse número representa muito bem como a empresa auxilia a economia local e a responsabilidade que tem com as 400 famílias que diretamente recebem seus salários e investem na região, contribuindo para seu desenvolvimento e fazendo a economia girar.

Leia também:  Palm Expo 2009

Hoje a empresa é especializada em sonorização. Como anda o mercado desse setor?
Kniess: A Frahm é líder no mercado brasileiro de sonorização de ambientes. Tem nome forte nesse segmento, e isso, aliado a bons produtos e serviços, contribui para o crescimento e novos investimentos no setor.
O mercado da construção civil cresceu nos últimos anos, criando demanda para a sonorização de muitos ambientes. Para a empresa, o que tem feito a diferença nesse mercado são as novas tecnologias agregadas aos seus produtos. A Frahm possui um amplificador — SLIM 2000 USB — para sonorização de ambientes com entrada USB, controle remoto e volume inteligente.

A Frahm foi pioneira em trabalhar com a tecnologia USB para o setor de sonorização. Quais são as vantagens dessa tecnologia?
Kniess: As formas de ouvir música foram se transformando ao longo dos anos. As pessoas também. O consumidor mudou.  Hoje ele quer ouvir somente suas músicas favoritas, ter sua seleção especial. Os players de MP3 tornaram isso possível e a Frahm ‘amplificou’ essa possibilidade. Podemos dizer que a Frahm tornou possível levar suas músicas favoritas para serem escutadas a qualquer hora e em qualquer lugar. E melhor ainda, sem que um fio atrapalhe essa possibilidade. Nas caixas Frahm você não precisa de fio para conectar um player de MP3, bastando que este player tenha conexão USB. A Frahm, além de ser a primeira fabricante brasileira a lançar caixas com conexão USB, foi a primeira a implantar em suas caixas uma bateria interna de 12V, com a qual você não fica limitado a um ambiente que possua uma tomada para curtir sua seleção. Essas são as vantagens das novas tecnologias que a Frahm trouxe em primeira mão ao mercado brasileiro.

Leia também:  Uma oportunidade única

A empresa possui laboratório próprio e trabalha com diferentes tecnologias, como controle remoto, voltagem automática, volume inteligente, entre outros. Como funciona esse trabalho?
Kniess: O consumidor de hoje procura praticidade e portabilidade nos produtos que adquire. É isso que a Frahm vem trazendo para o mercado. Aumentar ou diminuir volume, trocar as músicas, entre outras aplicações, é bem mais prático com controle remoto. Ligar a caixa sem ter a preocupação de mudar a voltagem ou baixar a música automaticamente quando você está falando são tecnologias que trazem praticidade ao dia a dia.

Na linha de sonorização, a Frahm oferece uma grande quantidade de opções. Quais são as novidades e o que pode destacar?
Kniess: Nosso mix é bem completo para quem procura e tem necessidade de realizar uma sonorização de ambiente. As últimas novidades que lançamos nesse segmento e estamos colocando no mercado são as caixas de injeção plástica e amplificador com mecanismo USB, controle remoto e volume inteligente.

Além dos amplificadores e da linha de sonorização, a empresa produz suportes, trafos , transformadores e potenciômetros. Como está a produção desses produtos?
Kniess: A Frahm busca oferecer soluções completas para uma boa sonorização. Por isso, além das caixas e amplificadores, disponibiliza um mix completo, o que facilita a vida do instalador. Esses acessórios foram muito bem recebidos pelo mercado e os clientes podem adquirir de uma única empresa todo o material necessário para uma boa sonorização.

Japão e Alemanha são países com os quais a Frahm mantém intercâmbio de informações de tecnologia. Como ocorreram esses contatos?
Kniess: Esses contatos são pessoais e constantes. É impossível manter-se atualizado em novas tecnologias se não mantivermos contatos periódicos com países que detêm tecnologia de ponta para novos desenvolvimentos.

Leia também:  Sonorização de ambientes, muito mais que tecnologia

Depois da crise financeira, o que mudou para a empresa? Houve perda de lucro nos últimos meses?
Kniess: Depende de como encaramos a crise e de como buscamos atuar no mercado para manter nossa lucratividade. Tudo é uma questão de atitude. Existem momentos em que devemos fazer escolhas e tomar decisões sem medo, com coragem. Em momentos como este, o foco na busca de inovação, tecnologia e diferenciais fez com que a companhia crescesse.
Planejamento e novos produtos com tecnologias agregadas têm sido fundamentais na condução saudável de nossos negócios.

Como funciona o relacionamento da Frahm com os lojistas e distribuidores?
Kniess: Ser transparente, honesta e correta na condução de seus negócios ao longo dos anos fez com que a empresa construísse relacionamentos fortes e duradouros com seus clientes.

A criação de um site (www.sonorizacaodeambientes.com.br) com dicas, ferramentas on-line e projetos tornou-se uma fonte de pesquisa e informação de forma gratuita. Como surgiu essa ideia?
Kniess: Surgiu nos diversos encontros que a Frahm realizou na empresa com instaladores de som ambiente. Eles colocaram as dificuldades para conseguir, por exemplo, literatura sobre o assunto, o melhor projeto, a melhor acústica, o melhor equipamento, o melhor aproveitamento na instalação, entre outros. Este projeto faz da Frahm uma empresa referência para pesquisa e troca de informações sobre sonorização de ambientes.
Ao utilizar o espaço para informar o público, a companhia ganha credibilidade, passando do simples nível de fornecedora de produtos ao de especialista, fonte de conteúdo.

Quais são os planos para o futuro? Há algum projeto em andamento?
Kniess: A busca constante da Frahm é por novas tecnologias. Muitas novidades vêm por aí, entre elas uma nova caixa com display de LCD no painel para visualização da faixa/música que está tocando na conexão USB.

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles