Guitarras Alhambra busca distribuidor exclusivo no Brasil

Guitarras Alhambra busca distribuidor exclusivo no Brasil
novembro 16 18:02 2006

Marca espanhola de guitarras Alhambra quer novos rumos para a empresa quer seguir no mercado brasileiro

Consolidada na Espanha como fabricante de violões de qualidade artesanal com preço acessível, a Alhambra tem uma participação pouco expressiva no Brasil. Mas o objetivo é justamente reverter esse quadro e ampliar seus negócios por aqui. “Queremos estar mais presentes nos principais mercados mundiais, e o Brasil, sem dúvida, faz parte de nossas metas”, comenta o gerente de exportação Jorge Juliá. Prova disso é que, durante a Expomusic 2006, Juliá e outros integrantes da diretoria da empresa receberam prováveis distribuidores em seu estande, que apresentou uma série de modelos de violões da marca. “Foi o primeiro passo para aumentar a visibilidade dos produtos Alhambra no Brasil e avaliar os potenciais parceiros comerciais”, explica o gerente de exportação.
Uma das atribuições de Juliá é justamente desenvolver e consolidar as relações comerciais com distribuidores e encontrar novos parceiros nos países em que a empresa busca aumentar sua participação ou promover mudanças estratégicas. “Nossa meta é encontrar um distribuidor que possa abastecer todas as lojas que estejam em busca de um violão de qualidade. Portanto, nosso intuito agora é fechar um acordo comercial de exclusividade com uma única empresa”, revela.
A fase ainda é de conversas e negociações e, por isso, não há dados objetivos sobre volume de negócios ou a quantidade de instrumentos que a Alhambra pretende vender no Brasil em curto prazo. “Para nós, as relações entre distribuidor e fabricante precisam ser estabelecidas em uma base sólida, pensando sempre no longo prazo”, justifica. Segundo o gerente de exportação, a empresa espera acertar com uma distribuidora nacional um contrato de um a três anos, com renovação automática. Até porque a Alhambra sabe que vai entrar em um mercado bastante competitivo no Brasil. O setor de cordas costuma responder por 20% do faturamento das lojas de instrumentos musicais.

Leia também:  D.A.S. Áudio abre escritório no Brasil

Participação em feiras
Além da Expomusic, a Alhambra participou de outras feiras importantes do cenário mundial, como a NAMM, em Anaheim (EUA), no início do ano; a Musikmesse, em Frankfurt (Alemanha); a Calm Expo, em Pequim (China), a NAMM Summer Session, em Austin (Texas, EUA) e a Music China, em Xangai. “Participamos também da feira em Yokohama, no Japão”, destaca o gerente de exportação da empresa, que foi expositora na principal feira de música da Espanha, ainda sem data definida para a edição 2007.

Histórico de mercado
A Alhambra foi fundada em 1965 e iniciou suas atividades em uma pequena luthieria da cidade de Muro de Alcoy, na região de Valencia, leste da Espanha. Desde então, o estilo de fabricação artesanal, aliado a técnicas modernas de trabalho com a madeira, tornou-se uma forte característica da marca. Entre os destaques da Alhambra está a linha de violões clássico e flamenco.
Na América Latina, a empresa espanhola tem representantes na Argentina, Chile e Colombia.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

 

 

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles