Giannini quer novas metas em 2009

Giannini quer novas metas em 2009
março 13 15:56 2009

Giannini quer fortalecer seu marketing para atingir novas metas em 2009

Desde a sua criação, em 1900, a Giannini está entre os principais fabricantes nacionais de instrumentos musicais. Os anos passaram e a empresa sofreu transformações nas áreas de produção, desenvolvimento e vendas. Um reflexo natural para se adaptar às mudanças culturais, hábitos de consumo e concorrência. Foi com a produção de encordoamentos, nos anos 30, que a corporação começou a voar mais alto e, até hoje, é líder no segmento.

Mais uma vez, é a marca mais lembrada entre os lojistas no que se refere a cordas (Pesquisa Synovate/Música & Mercado). Segundo o proprietário e gerente de marketing, Flávio Giannini, isso é resultado de ações com uma política voltada para a qualidade e os custos. “Em 2007, concluímos o projeto ISO 9001 e, no ano passado, estivemos muito atentos aos materiais dos produtos e ao rígido controle de qualidade”, comenta.

Agora, a empresa deseja continuar essa liderança, mas ampliar também as vendas de seus instrumentos musicais como violões, craviolas, violas, entre outros. Para isso, “faremos um controle orçamentário, buscaremos novas negociações e produtos”, afirma Flávio.

O ano de 2008 foi diferente para a Giannini, porque seu foco de trabalho estava na reorganização de seus mix de produtos. A intenção foi buscar maior participação no mercado. Já neste ano, o próximo passo será investir em seu marketing para ampliar as vendas no País.

Com os reflexos de crises financeiras e a alta do dólar, a tendência dos consumidores sempre foi procurar por instrumentos nacionais, mas esse cenário está mudando. Os produtos brasileiros — desenvolvidos no Brasil, mas produzidos no exterior — têm seus preços compatíveis com instrumentos importados. Flávio diz que o dólar acima dos R$ 2 ajuda a balizar o mercado e a dar mais espaço para o produto nacional, mas os chineses (mesmo com o dólar nesse patamar) ainda são mais viáveis.

Leia também:  Violões Giannini recebem homenagem na NAMM SHOW

A empresa tem importados produzidos na China, mas também possui produtos totalmente nacionais. “Para estes, desenvolvemos materiais de maior valor agregado, deixando as linhas econômicas para os instrumentos produzidos fora. A compatibilidade dos preços é uma combinação entre o dólar mais alto, a constante procura por orçamentos seguros, os custos controlados e a eficiência produtiva”, orienta.

Além disso, as elevadas taxas de tributos e os altos custos financeiros também dificultam os negócios. Para contornar os problemas, “procuramos a proximidade com os lojistas e tentamos mostrar que existe solução com a colaboração de ambas as partes”, finaliza.

Ano de fundação: 1900
Fundador no Brasil: Tranquillo Giannini
Mix de produtos: violões (náilon e aço), craviolas, violas caipiras, cavacos e bandolins, violinos, guitarras, baixos e baixolões, encordoamento e acessórios
Pesquisa Synovate/Música & Mercado: vencedor na categoria cordas (lojas High e Basic)
Contato: www.giannini.com.br ou (11) 4028-8404

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles