Feeling faz aposta firme nos shows corporativos e exportações

Feeling faz aposta firme nos shows corporativos e exportações
outubro 08 08:00 2005

Empresa líder do mercado brasileiro de estruturas para shows e entretenimento está fazendo sucesso nos EUA e Europa


A Feeling Estruturas Metálicas, empresa líder no Brasil na venda de estruturas para shows e entretenimento tem duas apostas firmes para seus negócios este ano: a venda de produtos e suportes para eventos corporativos e o fortalecimento de sua estratégia de exportação, cujas receitas já representam 20% do negócio.


Quem traça esses planos é o gerente comercial Lee de Castro, que vê em 2005 um espaço tão amplo e promissor como o observado em 2004, seja para shows, seja para eventos de grande porte, aspectos esses lembrados pela Pride, Roland e Sennheiser para o bom desempenho alcançado por suas marcas no ano passado.


“Na verdade nós estamos apostando pouco em feiras como a Expomusic neste ano. Ela já foi muito importante para nós, mas o público que participa dessas feiras já não agrega mais tanto valor ao nosso negócio”, diz Lee de Castro, lembrando que a Feeling participa desde a primeira edição da Expomusic, em 1997, mas que da edição 2005, praticamente estará fora.


Outra mudança sutil lembrada pelo gerente comercial da Feeling diz respeito aos grandes shows artísticos. “O que estamos vendo é uma mudança relativa nestes shows. Não se tem hoje, como no passado, espaço para megashows bancados exclusivamente por artistas, mas sim, shows que estão ocorrendo a partir da decisão de uma empresa e essa empresa patrocina os artistas em seus shows corporativos”, relata. Por outro lado ele vê com bons olhos a eclosão de festivais de música em todo o território nacional, o que alavanca o mercado de entretenimento em seus mais variados matizes, abrindo amplo espaço para a venda, dentre outros, de instrumentos musicais e produtos de áudio.

Leia também:  EM&T na feira Music Show de Brasília

95% do negócio da Feeling está na área de entretenimento e 5% na produção de estrutura industriais que vão de stands a nichos para lojas, passando por coberturas em boates, casas noturnas e teatros. “Uma coisa positiva que vem ocorrendo é a reforma de teatros antigos e áreas ligadas às artes cênicas e musicais em escolas, assim como um número muito grande de feiras agropecuárias, no vácuo do bom desempenho da agroindústria brasileira, e, mesmo eventos corporativos que as empresas em geral realizam para seus clientes”, diz.


Um exemplo de feira que interessa muito para a Feeling são os workshops como os realizados pela Roland junto aos seus clientes e distribuidores. “É esse tipo de evento que tem tido maior crescimento no nosso mercado e que efetivamente interessam para a Feeling, além de dar maior retorno para quem os realiza, que propriamente feiras com alto volume de consumidores como a Expomusic”, diz.


Questionado acerca do padrão único dos stands, adotado pelas empresas patrocinadas pela Agência de Promoção das Exportações (Apex) e Anafim, que participaram da 26ª edição da MusikMesse, em Frankfurt, Lee de Castro relata que é difícil trabalhar a imagem de uma nova marca sob esse ambiente, principalmente no exterior. “Isso evoca um stand comum, que foge totalmente às características do trabalho da Feeling, cuja filosofia é botar prá arrebentar. A Messe é uma feira para fazer negócio, onde vale a apresentação da empresa, tem que chamar a atenção, mostrar ser uma marca inovadora, com personalidade própria. Num stand padronizado isso não acontece”, diz ele destacando que foi assim que a Feeling começou a aparecer ao mercado, através da Expomusic, e hoje atingiu o estágio em que se encontra.

Leia também:  Expomusic 2011: Promoção especial da Sonotec

Mídia é um mercado novo
Um campo novo ao qual a Feeling vem sendo referência para o mercado é o da televisão, com destaques para trabalhos junto a emissoras de TV como a Rede Globo. “Desde 98 estamos executando um trabalho contínuo com a emissora no sentido de substituir a cenografia feita em madeira por estruturas de alumínio. Nesse aspecto vale destacar o estúdio do J

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles