Evento

Evento
novembro 16 10:51 2006

A edição 2006 da Expomusic, feira de áudio e instrumentos musicais, trouxe novidades para o segundo semestre

 

Com pouco mais de 58 mil visitantes e 120 milhões de reais em negócios, de acordo com Synésio Batista, presidente da Abemusica (Associação Brasileira da Música), a 23ª edição da Expomusic, que ocorreu em São Paulo entre os dias 30 de agosto e 3 de setembro, foi marcada pelo aumento de 13% do público geral, em relação a 2005, políticas e a volta de marcas que optaram somente por eventos paralelos no passado, como Equipo e Grupo Hering, entre outras.

Entre os consumidores finais que lotaram a feira, mexicanos, argentinos e outros latinos vieram ao Brasil para seus negócios internacionais. Visitantes mais distantes também chamaram a atenção no evento, como uma empresa russa que fechou parceria com a Meteoro, entre outros acordos.

China na Expomusic

Seguindo a expansão do comércio mundial, a China esteve representada por cinco estandes de empresas, contra apenas um em 2005. Não há como evitar a entrada dos chineses no mercado brasileiro e desde que foi assinado o termo, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que reconhece a China como Economia Global, os pedidos de salvaguarda tornaram-se cada vez mais difíceis. “O risco é que essas empresas passem a vender direto”, confidencia um importador brasileiro que preferiu não se identificar. Em economias maduras, como a norte-americana, a China provou que veio para ficar. No Brasil, como nos EUA e na Europa, não é de hoje que as grandes lojas já se aventuraram na busca dos produtos de classificação econ

Comentários
Leia também:  Guitarras Alhambra busca distribuidor exclusivo no Brasil
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles