EMPRESA: Qualidade em prol dos artistas

EMPRESA: Qualidade em prol dos artistas
maio 01 06:45 2012

Trabalhando forte para expandir as vendas no mercado externo, a NIG Strings e pedais investe na qualidade e na manutenção de um time de primeira linha para endorsar seus produtos

Por Itamar Dantas

A NIG é uma das mais importantes fabricantes de cordas e pedais do País. Com uma história de mais de 50 anos no mercado de instrumentos musicais, a partir da criação da Indústria e Comércio Rouxinol ainda na década de 1960, a empresa tem se reinventado no decorrer dos anos, sempre com estratégias muito bem delineadas para cada novo posicionamento no mercado.

A marca NIG, por exemplo, foi criada em 2000 com o objetivo de alcançar um público diferente do já cativado pela Rouxinol. Com forte estratégia de marketing e investimento maciço em tecnologias e inovação, a NIG também se consolidou e, desde 2009, colocou no mercado uma nova categoria de produtos, os pedais NIG, que possuem, inclusive, linhas customizadas e exclusivas.

Além disso, nos últimos anos, a empresa tem trabalhado também no mercado externo com a GNI, que já atinge Estados Unidos, Japão, Coreia, Malásia, Itália, Chile e China, entre outros países. Com essa marca, e o mesmo empenho na fabricação dos produtos voltados para o Brasil, a empresa já conseguiu emplacar seus pedais na seção Platinum da loja Guitar Center (uma das maiores redes de lojas do setor nos EUA), onde exibem apenas os produtos recomendados pela loja. (para conferir, acesse aqui.) 

A Música & Mercado conversou com Sydnei Carvalho (na foto à esq.; ao seu lado, o diretor da empresa Carlos Bernardo) , guitarrista profissional, filósofo e gerente de marketing da companhia, que falou das estratégias da empresa para o ano de 2012, sobre as vendas internacionais e muito mais.

Quais são as ações que a empresa está executando para melhorar seu rendimento em 2012?

Leia também:  Crie diferencial competitivo

Continuamos um plano que já existe há algum tempo. Evidentemente, ele é revisto e adaptado com o passar dos meses, mas de forma geral investimos em pesquisa e desenvolvimento, administração e logística, marketing e propaganda. Na área de marketing, sob minha responsabilidade, crio campanhas, administro as relações com artistas e gerencio os investimentos na área.
O dinheiro investido vem aumentando na proporção que a empresa cresce. Os investimentos estão sendo feitos basicamente em duas vertentes principais: internet e atendimento pessoal e diferenciado. Tanto mostramos a marca e nos relacionamos com nosso cliente no universo ‘macro’ de nosso mercado quanto mantemos nossa empresa ‘ao vivo’ em todo o Brasil com a presença de nossos artistas, que fazem eventos regulares — incluindo as feiras regionais —, visitas frequentes de gerentes e diretores em todas as regiões, e diversas ações para conhecer pessoalmente o ser humano que movimenta o mercado, seja ele lojista, representante, balconista ou consumidor final.

Com a crise econômica, as marcas internacionais têm voltado sua atenção para o mercado latino-americano. Como a NIG/Rouxinol tem lidado com a concorrência de produtos nacionais e internacionais?

Com trabalho e a certeza de que nosso produto nada deve a nenhum outro! Ao mesmo tempo em que nos mantemos fortes no mercado nacional, nossa marca internacional, GNI, já tem entrada em mercados como EUA, Japão, Coreia, Malásia, Itália, Chile e China, entre outros. Estamos no mundo assim como o mundo está à nossa porta, não temos nenhum problema com isso.

A empresa tem fortes endorsers da música nacional. Qual é a importância deles para o negócio? Quais foram as últimas parcerias fechadas?

Os músicos endossados pela marca NIG muito antes endossam o produto, ou seja, usam por livre e espontânea vontade por acreditarem firmemente na qualidade dos equipamentos. Esse endosso pelo músico é a base de nossa ética. Em termos práticos, o músico dentro da empresa realiza várias funções específicas e diversificadas: desenvolvedor de produtos, piloto de prova, especialista, conselheiro, formador de opinião, divulgador, entre tantas outras funções.
Nossas relações de obrigações e deveres de ambos os lados variam de acordo com cada situação específica, mas, acima de tudo, somos muito amigos, além de profissionais. Temos certeza de que todo o nosso time tem um caráter humanista muito desenvolvido, característico da alma do artista.

Quais são os lançamentos de produtos que a NIG vem preparando?

Leia também:  Michael e Ramsons anunciam workshop de André Mattos

Para este ano, temos a volta das cordas coloridas, novas cordas assinadas com medidas diferenciadas e pedais da linha Pocket, como os delays, chorus, flanger e compressores, que são exclusivos em muitas coisas. Nossos artistas, além de depender desses produtos para a boa realização de seu trabalho, são profissionais com alto padrão de referência. Combinamos isso com um time de engenharia e tecnologia de primeira linha. Nossas criações não são produtos chineses clones de alguma coisa, são peças de butique, são artesanato timbrístico. O mercado nacional ainda é jovem e boa parte não entende bem isso, mas como somos a única empresa de porte no mercado a fazer pedais de butique, estamos na frente, criando tendência e conquistando um mercado bastante exclusivo.

Quem são os clientes de um pedal de butique NIG?

Pessoas como eu e você. E acredito que a maioria das pessoas que estão lendo esta matéria. Pessoas que se importam com a qualidade mais do que com o preço final. É um consumidor que preza primeiro aquilo que o produto oferece e sabe que o mais barato muitas vezes sai mais caro. Um pedal de butique não perde seu valor depois que sai da loja, tem uma durabilidade que ultrapassa décadas e valoriza o timbre e o set de equipamentos daquele que usa.
Um carro popular no Brasil é caro ou barato? Muito caro! Principalmente porque ele não agrega status e não atende bem o consumidor. É fraco, faz barulho, não é realmente seguro, estraga com facilidade e perde seu valor rápido. Assim é um pedal barato. Nem todos os consumidores de equipamentos musicais querem comprar um pedal popular!

A NIG é uma das empresas que mais investem em workshops pelo Brasil. Como o lojista pode receber um workshop da NIG em sua loja?

Leia também:  Expomusic: Conheça as tecnologias da Electro-Voice com a Quick Easy 

Não fazemos workshops, criamos eventos! São ações que vão muito além do workshop padrão. São eventos que atendem a toda a corrente de trabalho, incluindo representante, balconista, dono da loja, público consumidor e artista. Para levar um evento da NIG até a sua loja é só entrar em contato com o representante de sua região ou diretamente com nosso departamento comercial.

O que os lojistas podem esperar da NIG para este ano?
Atendimento de primeira, bons produtos com ótimo custo-benefício e a certeza de que o cliente da loja sempre estará satisfeito ao consumir as marcas NIG ou Rouxinol. O lojista brasileiro sabe que pode contar e confiar em nossa empresa. Não existe melhor relação que esta: os negócios fluem naturalmente quando na raiz existem seriedade, honestidade e trabalho sério. Afinal, uma marca não se torna referência e conquista um mercado por acaso, não é?

NIG/Rouxinol

Fundação: 1960
Funcionários: 90
Marcas:
Rouxinol, NIG Strings e NIG Pedais
Sites: www.nigmusic.com.br e www.rouxinol.com.br
Telefone:
(11) 4481-8366

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles