Crie necessidade de música

Crie necessidade de música
julho 25 08:35 2017

Vou repetir o que venho comentando em praticamente todas as edições: crie uma necessidade e você terá o mundo nas mãos!

Faz tempo que estamos insistindo nisto: criar necessidade. Criar necessidade de música, de instrumentos musicais, de arte, de cultura!

Todos os setores da economia, que passam pelas mesmas dificuldades que a nossa, estão criando, ou já criaram, necessidade dos seus produtos e serviços.

Repare, por exemplo, no que acontece com os celulares, com os acessórios para celulares, com tablets, com computadores, com o hambúrguer, com os grandes festivais!

Mas por que será, então, que somente o nosso setor ainda não despertou para isso?

Recentemente o governo federal liberou o FGTS das contas inativas. Todos os comerciantes, de todos os setores, inclusive do mundo da ‘luz vermelha’, correram para anunciar os seus produtos e serviços, na tentativa de atrair esses consumidores endinheirados.

Tem até uma grande rede de lojas anunciando que disponibiliza consultores em FGTS, ‘serviço gratuito’, como se isso fosse algum tipo de vantagem espetacular.

O único setor que não fez absolutamente nada foi o nosso: instrumentos musicais.

Será que tudo está tão bem assim que não precisamos desse ‘dinheirinho’?

Veja algumas sugestões de ‘reclames’:

– Você está em crise? Então, prepare-se! Música é a única solução!

– Se você tem problemas espirituais, problemas conjugais, problemas de relacionamento, depressão, música é a solução!

– Para o ‘dinheirinho’ extra do FGTS, instrumento musical é a melhor opção de investimento!

Se estiver errado, alguém pode me corrigir?

Análise interna

Tá bom, tá bom! Estou exagerando!

Mas vamos observar, como empreendedores, o que temos feito na loja, em nossa própria casa, para que o mercado se agite:

Leia também:  Vendedor, o seu cliente é promotor, neutro ou detrator?

1. Estamos ‘atacando’ o nosso público-alvo?

2. Se estou numa boa localização, o que tenho feito para atrair mais e mais pessoas para a minha loja?

3. Estou dando a devida atenção à minha marca? Ela está em evidência, numa posição clara e atraente? Mais importante ainda: a sua marca tem a menção de INSTRUMENTO MUSICAL?

4. O layout da minha loja é confortável? Está clara a exposição do que vendo?

5. As pessoas sentem vontade de entrar na minha loja? Quando entram, se sentem em casa?

6. Tenho sempre renovado os meus produtos, principalmente os que estão em exposição?

7. Conheço, realmente, o meu consumidor?

8. A minha vitrine é atraente? A minha vitrine empolga?

9. A minha equipe de colaboradores atrai, com elegância e educação, o cliente ávido por música?

10. Estou conectado com as redes sociais, com as mídias de comunicação de massa? Estou usando o mailing incansavelmente para atrair mais e mais clientes?

Viu?

Se for meditar, me concentrar como empreendedor, no meu negócio, estou falhando, e falhando feio!

A pior coisa que pode acontecer na vida de um empreendedor é a rotina.

Se tudo se mantém do mesmo jeito que há tempos atrás, o que posso esperar do futuro?

Portanto, faça uma boa reflexão e repare que gestão, boa gestão, depende de atitude.

Crie necessidade de as pessoas procurarem a sua loja, o seu negócio, o que você tem para vender.

Crie uma necessidade e você terá o mundo nas mãos!

 

Comentários
view more articles

About Article Author

Luiz Carlos Rigo Uhlik
Luiz Carlos Rigo Uhlik

Luiz Carlos Uhlik é um amante da música desde o dia de sua concepção, em 1961. Ele também é colunista da revista Música & Mercado com a seção 'Como é bom vender', inspirada em sua página do Facebook, 'Como é Bom Vender Instrumentos Musicais', onde este artigo foi originalmente publicado.

View More Articles