Como se faz uma marca forte

Como se faz uma marca forte
fevereiro 07 11:31 2007

Faça de sua marca a melhor possível, para conquistar a confiança do consumidor e criar uma relação baseada na fidelidade e no comprometimento


Gente tem marca. Uma marca pessoal pelo seu jeito de falar, de vestir-se, de comportar-se, enfim, tudo influencia: o carro que você usa, a aparência, a postura, os lugares que freqüenta, sem falar no humor, na inteligência, na cultura, etc.
Como você acha que é percebido? Como um executivo moderno, inovador, dinâmico ou como alguém acomodado, simplório e mero coadjuvante? Num mundo altamente competitivo, é preciso construir uma marca pessoal adequada e forte, porque seu jeito de ser pode abrir ou fechar portas.
A imagem pessoal não tem exatamente um padrão. Ela depende muito da profissão, tanto que fica fácil identificar certas categorias, como as daqueles que estão relacionados às artes. Reconhecer um músico, ou um publicitário, por exemplo, não é muito difícil. De qualquer forma, mesmo que informal e despojado, a preocupação com o estilo deve existir para que a pessoa não passe a imagem de alguém à margem do sucesso.
É comum encontrarmos pessoas que, na verdade, não têm uma marca pessoal, estão escondidas atrás da empresa onde trabalham. Tanto que, quando não estão mais vinculadas a essa empresa, sua imagem não é mais a mesma, estavam apenas emprestando o prestígio do negócio que representavam.
 
E o seu produto, que imagem ele passa?
A primeira preocupação das empresas ao lançar um produto é a criação da marca, um nome a ser divulgado que seja forte, fonético, impactante. Criar um nome é uma lição de casa que geralmente é transferida às agências de propaganda com a recomendação de que busquem uma marca que facilite a memorização e seja capaz de abrir portas para grandes negócios. Enfim: esperam algo mágico, genial, soberbo. Isso simplesmente não existe. Não há marca genial capaz de vender nada porque não existem palavras mágicas. Nenhuma marca vai fazer suas vendas transbordarem.
É o esforço institucional que transfere prestígio para a marca, é uma postura ativa e o investimento feito que realçam e projetam a marca no mercado.
Assim, a exemplo de sua marca pessoal, como o seu produto é percebido pelo mercado? É forte, dinâmico e confiável? Tem qualidade ou é mais um cuja decisão de compra se faz pelo preço ou pelas vantagens que oferece aos revendedores e lojistas? Uma marca de prestígio é um símbolo eficiente que abre portas e transmite ao consumidor de modo pragmático as vantagens do produto. Ao perceber a importância da marca, o consumidor estará de peito aberto, sem bloqueios e certamente vai preferi-la às demais. Ter uma marca forte significa maiores lucros e menor esforço para colocá-la no mercado.
 
Como fazer uma marca forte?
Pode-se dizer que o maior patrim

Comentários
Leia também:  Disposta a ganhar o mundo
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles