Como inovar em vendas

Como inovar em vendas
dezembro 16 15:19 2008

Como inovar em vendas

Amar o que faz ainda é um bem precioso para se ter sucesso profissional

Já pensou em como aquecer as vendas ou inovar o ponto-de-venda? Enquanto as idéias forem criativas, o estoque sempre se renovará. Uma das alternativas é a revolução no atendimento e isso começa no momento da contratação. Em vez de o lojista escolher um simples vendedor, ele deve procurar um ser humano apaixonado por cifras, som, melodia, músicas e todo o universo que cerca o segmento.

Quem ama o que faz torna-se um exímio apaixonado. Dessa maneira, tudo muda de figura e as coisas ganham um colorido especial.
Apaixonar-se por vendas quer dizer que você não trabalha por seu salário e comissões, mas porque tem a oportunidade de fazer o que gosta. Segundo dizia o especialista em marketing Philip Kotler, lucro é um subproduto de coisas bem-feitas. Quando alguém só pensa em dinheiro, raramente o vê. Se você trabalha mal-humorado — e não gosta do que faz —, espantará seus clientes. Jamais reconhecerá o sabor da conquista em satisfazer a necessidade do cliente. Não observará seu brilho nos olhos e quanto aquilo significará por aquela aquisição.
Quanto à paixão por vender, faz bem parar por alguns momentos e observar o universo incrível ao seu redor. Olhe para as paredes e observe os cartazes, repare nas peças e preste atenção ao design e aos detalhes de cada uma delas. Imagine o momento em que cada uma foi concebida. Caso ainda não tenha feito, já está na hora de pegar uma gaita e arriscar tirar um som dela. Sinta em suas mãos o poder de criar, realizar, fazer, sorrir, arriscar e — o melhor de tudo — correr o risco de se reapaixonar pelo seu trabalho.
O termo vendedor deveria ser mudado por facilitador. E quando alguém lhe perguntasse o que faz da vida, você responderia, cheio de orgulho: "Eu facilito a vida das pessoas, pois sou capaz de levar até elas informações necessárias para que possam realizar seus sonhos e desejos de consumo".
Para apaixonar-se por algo, primeiro é necessário interessar-se por esse algo. Quanto mais interesse você tiver, mais interessantes se tornarão o seu trabalho e a sua vida. As horas passarão rápido, o trabalho em equipe fluirá de forma fantástica, os clientes serão atraídos por esse astral e você se tornará muito mais interessante aos olhos de todos e, principalmente, de si mesmo.
 
Alguns passos para acender e reacender a paixão!
 
Imagine aquela paixão que um dia sonhou em conquistar e que não medirá esforços para que isso ocorra. Certamente, você passaria a se cuidar mais, levantaria da cama sem o despertador, pois teria um encontro muito importante. Com o sorriso estampado e cheio de coragem, você não se cansaria de saber tudo sobre essa paixão. Quando estivessem juntos, faria de tudo para desvendar detalhes importantes. O mundo poderia até acabar e você continuaria feliz. Qualquer pergunta feita, você responderia com a maior naturalidade e toda a paciência, pois estaria em uma fase de descobertas. Faria tudo o que fosse preciso para que ela também se interessasse por você e enfrentaria até os pais, caso fosse preciso.
As chances de uma paixão tornar-se namoro, se tudo continuasse assim, resultaria em casamento. Mesmo para quem já fosse casado, quantas vezes precisaríamos nos reinventar?  
Não há nada de ruim nisso. Você apenas precisa interessar-se em dar certo e manter acesa essa chama de ambos os lados. Caso as vendas andem em baixa, lembre-se do que você já foi capaz de enfrentar por suas paixões e o quanto já utilizou da sua criatividade para sair de determinadas situações. Se o mercado está de braços abertos para lhe receber, tudo o que tem de fazer é valorizar as oportunidades.
Não caia no comodismo de acreditar que o jogo está ganho. Lembre-se de que muitos relacionamentos acabam por falta de interesse. Inovar as vendas quer dizer apaixonar-se por elas diariamente. Fazer de tudo para que elas ocorram. Pense sempre no REALIZAR e SATISFAZER os desejos dos clientes, oferecendo a oportunidade de encontrar pessoas apaixonadas pelo mesmo universo. Assim, falarão a mesma linguagem e estarão na mesma sintonia. Afinal, não vendemos instrumentos musicais, mas o som que somos capazes de criar com cada um deles.

Leia também:  Tecniforte: determinação para fabricar o melhor cabo de guitarra

Boas vendas e até a próxima!

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles