Como abrir sua loja virtual

Como abrir sua loja virtual
janeiro 20 15:20 2010

Como abrir sua loja virtual

As lojas virtuais são grandes concorrentes de qualquer comércio físico. Encare o desafio e entre logo nesse mercado, que não para de crescer

As vendas pela internet vêm crescendo muito rápido nos últimos tempos. Segundo a empresa de consultoria de comércio eletrônico ‘e-bit’, até o final de 2009 esse mercado cresceu por volta de 28% em relação a 2008. Segundo a consultoria, até o final de 2009, cerca de 17 milhões de brasileiros realizaram pelo menos uma compra virtual na vida. Sua empresa certamente já perdeu vendas para a internet e você pode, e deve, aumentar seus lucros abrindo a sua loja virtual. Eduardo Cereto, analista de inovação da Direct Performance, empresa especializada em Business Inteligence para web, dá algumas dicas para que você entre forte nesse mercado.

O que se deve analisar antes de abrir uma loja virtual?

A loja virtual deve ser utilizada para atingir novos mercados e expandir seus lucros. As vendas por internet são geralmente menos custosas ao bolso do varejista, uma vez que os custos de uma loja virtual são tipicamente menores que os de uma loja normal. Vale a pena fazer uma pesquisa prévia nas opções existentes no mercado on-line para o seu segmento. Se você não tem concorrentes, ou se seus concorrentes são muito fracos, apresse-se para ser pioneiro. Se já existem bons competidores, tenha certeza de que seu negócio tem um diferencial.

Quais departamentos da empresa devem estar envolvidos no novo projeto?

Departamento de vendas, marketing e TI são geralmente os que mais se envolvem na criação e manutenção da presença digital da empresa ou marca. O departamento de vendas costuma gerenciar o conteúdo do site, a TI cuida da infraestrutura e tecnologia, e o marketing fica com a divulgação e o relacionamento com o cliente.

Leia também:  Internacional: 10 milhões de dólares para crescer

Deve-se começar com uma loja grande ou vale a pena expandi-la aos poucos?

Uma loja on-line não precisa ser grande para ser rentável. Antes de se preocupar com a quantidade de produtos colocados à venda, foque em detalhar bem poucos produtos, criando páginas ricas em informações, e vá aumentando aos poucos sua loja virtual. Esteja em constante mudança e otimização, mas faça mudanças pequenas para não impactar seu visitante costumeiro. Você pode usar ferramentas de Web Analytics para verificar o comportamento e tendências de vendas de seu site. Invista em propaganda, mesmo se o seu negócio for pequeno. O Google AdWords é uma boa maneira, a custos flexíveis, de investir e trazer tráfego de qualidade para seu site.

Quais são os problemas mais comuns em lojas on-line?

Mais importante do que se proteger contra as falhas é se preparar para elas. Tenha um plano de contingência para atender os clientes via e-mail ou telefone no caso de falhas no meio de comunicação principal. Caso um produto seja colocado à venda por um preço errado, ou esteja em falta, entre em contato com o cliente e tente explicar a situação. Seja transparente e tenha sempre um canal aberto de comunicação usando redes sociais.

Cite alguns softwares e sistemas que podem ajudar o lojista na criação de sua loja virtual.

Existem vários sistemas gratuitos que ajudam na criação da loja on-line, como o Magento e o CubeCart. Esteja disposto a contratar uma boa equipe de programadores ou terceirizar para uma agência no desenvolvimento desse tipo de aplicação. É importante ter um canal de comunicação em redes sociais, porém, a quantidade de mensagens recebidas por esses meios pode ser grande e difícil de gerenciar. Uma boa opção para isso é o Scup. Uma das coisas mais importantes para a sua loja on-line é ter controle. O Google Analytics permite que você saiba como cada usuário interage com seu site, identificando o que mais traz tráfego e qual o ponto fraco que faz com que seus clientes desistam da compra.

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles