Bends de malas prontas

Bends de malas prontas
maio 12 16:46 2009

Bends de malas prontas
Apesar de ser jovem, a empresa brasileira de gaitas se prepara para o mercado externo

A decisão é certa. Entre as ações da Bends Harmônicas para 2009 estão ampliar as vendas no Brasil e encarar o mercado externo, sobretudo na América Latina. Pelo segundo ano consecutivo, a empresa participou da feira norte-americana Winter Namm e colhe bons frutos.

Segundo o diretor Melk Rocha, a empresa recebeu, em seu estande, lojistas, gaitistas e distribuidores de países diferentes. “Fechamos ótimas parcerias nos EUA e em breve será possível encontrar nossos produtos no mercado externo. Nosso destaque foi o conjunto de embalagem de EVA que protege, higieniza e aumenta a durabilidade da gaita. O design que a Bends oferece também foi reconhecido como uma grande inovação”, comenta.

Apesar de o momento ser de cautela, devido à crise financeira mundial, a feira norte-americana proporcionou uma experiência positiva para a fábrica de gaitas. Para Rocha, esta é a oportunidade para abrir novas portas no mercado internacional, pois os estrangeiros abriram os olhos para a qualidade dos produtos brasileiros.

“Isso nos deixa orgulhosos por representar o Brasil no mercado externo e fomentar o ramo de gaitas.” Segundo o diretor, por meio da participação de endorsees, o encontro entre músicos e empresários foi um sucesso. “Optamos por investir em criatividade e qualidade para aumentar as vendas. Com nosso processo de produção estabilizado, decidimos exportar em meados do ano passado”, lembra o empresário.


Sede da bends

O próximo canal da empresa serão os mercados da Argentina e do Chile para todos os produtos da linha. Segundo Melk, a gaita não tem um custo tão alto, o que facilita os acordos comerciais. Por enquanto, com a alta do dólar, a política de preços da Bends não será alterada. “Estamos aguardando o equilíbrio da situação”, finaliza.

Leia também:  Fundadores da Meyer Sound visitam PALM China 2016

Os destaques da Bends segundo Melk Rocha:

•    Materiais usados como base na construção do instrumento
•    Embalagens novas no mercado, que propiciam beleza, praticidade e proteção da gaita, gerando maior durabilidade ao produto
•    O timbre das gaitas, devido ao material utilizado nas palhetas (liga de bronze)
•    O prestígio e a presença dos endorsees também são bons termômetros. Para se ter uma ideia, a empresa acaba de fechar com um americano que toca há 40 anos, o californiano Gary Smith

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles