Behringer processa usuários e fórum Gearslutz

Behringer processa usuários e fórum Gearslutz
junho 24 19:22 2018

Behringer está processando em 250 mil dólares a Dave Smith Instruments e mais 20 usuários anônimos do fórum Gearslutz

Em processo apresentado na Corte Superior do Condado de São Francisco, em 9 de junho, a Music Group, que detém os direitos da marca Behringer, buscou indenização por calúnia, difamação e depreciação do produto da empresa. Baseado em comentários feitos em um tópico no fórum do Gearslutz, onde Tony Karavidas, engenheiro da Dave Smith Instruments e 20 usuários anônimos do fórum foram acusados de terem feito declarações “falsas e difamatórias” sobre os produtos da Behringer. Um dos comentários se referia ao testador de cabo 6-em-1 da Behringer CT100 como uma “cópia descarada, exceto para a pintura” do testador de cabo Ebtech 6 em 1.

behringer Morley ebtech

Compare e tire suas conclusões

Não aceito

O Supremo Tribunal da Califórnia aparentemente não comprou o argumento da empresa.

Em vez disso, eles concordaram com o argumento de Dave Smith Instruments de que o processo era um “processo estratégico contra a participação pública” (SLAPP) – um processo destinado a censurar, intimidar e silenciar os críticos, sobrecarregando-os com o custo de uma defesa legal.

A Corte determinou que “todas as alegações da Music Group contra ela decorrem de atividade protegida pelo estatuto anti-SLAPP, porque todas as reivindicações são baseadas em declarações feitas em um fórum público sobre uma questão de interesse público”. Os processos judiciais continuam, no entanto, enquanto a Dave Smith Instruments tenta recuperar mais de US $ 100 mil gastos em honorários legais no caso.

O estatuto anti-SLAPP procura impedir ações judiciais destinadas a censurar os críticos de ir a julgamento. A Dave Smith Instruments está agora tentando recuperar os custos financeiros do processo.

Leia também:  AES Brasil Expo vai começar

Clones e seus preços competitivos

A Behringer, que lançou recentemente sua própria versão do clássico sintetizador Model D da Moog, dobrou sua estratégia de clonagem de sintetizadores antigos nos últimos meses, exibindo réplicas dos Sequential Circuits Pro-One, da bateria Roland TR-808 e da ARP. Odyssey no show do Superbooth deste ano. Música & Mercado esteve na sede da empresa em 2017 e viu o processo de engenharia reversa de vários produtos. Se para as empresas desenvolvedoras dos produtos os clones de equipamentos com patentes vencidas ainda é doloroso, para os músicos não, considerando que o valor do original sai por 3.500 dólares e a versão Behringer por 299 dólares.

behringer model d

Behringer Model D: clone com preço para caber no bolso.

Outra notícia que veio à tona na semana passada é que a Behringer também ameaçou processar o blog de tecnologia chinês Midifan. Até o momento, nenhum processo judicial foi aberto.

E você? Concorda com os clones de produtos de patentes vencidas? Qual sua opinião? Deixe seus comentários abaixo. 

 

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles