Auratec fez 10 anos e muda para nova planta

Auratec fez 10 anos e muda para nova planta
março 30 13:55 2018

O aniversário no ano passado marcou uma data importante para a empresa. Em pleno processo de mudança de instalações, a Auratec já está pensando nos planos para os próximos dez anos

Captura de pantalla a lasPetrônio Cunha dos Santos Junior, atual diretor comercial, fundou a Auratec em 2007 com o objetivo de ousar no mercado de estruturas metálicas para eventos. Desde então, a empresa tem lançado produtos e formas de operar inovadoras, do processo produtivo até o atendimento ao cliente. Inicialmente, o objetivo era democratizar o acesso a estruturas, focando clientes e eventos de pequeno e médio porte. Com o amadurecimento da empresa e o desenvolvimento de tecnologias e processos, foi natural o caminho para atender também os clientes de grande porte e megaeventos. “Hoje, após alcançarmos um nível técnico elevadíssimo, temos portas abertas para trabalhar com projetos especiais, inclusive em outros mercados. Ainda assim, continuamos fiéis às nossas origens, atendendo bem de iniciantes a referências do mercado”, contou Petrônio.

Foco em estruturas

O diretor comercial lembra o começo da história: “Começamos no mercado de locação de equipamentos e nele enxergamos a oportunidade de ingressar na fabricação de estruturas. Éramos clientes de pequeno porte e não conseguíamos comprar estruturas, assim como os demais concorrentes do nosso tamanho. A partir daí, resolvemos inverter o caminho, saindo da posição de locador para sermos fabricantes. Deu certo!”

Desde 2012 a empresa trabalhava com duas unidades, sendo uma dedicada exclusivamente à fabricação e outra para o comercial/administrativo e expedição. Agora, a Auratec está inaugurando um novo espaço, que reunirá toda a empresa numa só planta na cidade de Betim, MG. São mais de 3.000 m² de área construída, que abrigarão até cem pessoas, de todos os departamentos da empresa. “Até o Carnaval tudo já estará funcionando no novo endereço”, disse Petrônio.

Leia também:  Expomusic 2011: Auratec lança nova estrutura

Em relação à fábrica, a empresa conta com duas linhas de produção: uma dedicada a estruturas em aço e a outra a estruturas em alumínio. Há máquinas nacionais e importadas, incluindo duas linhas de solda robotizada, uma exclusividade da Auratec no Brasil.

Captura de pantalla a lasPrimeira década

O ano de 2017 marcou um aniversário importante para a empresa. Foram os dez primeiros anos de participação no mercado. “Fechar a primeira década é uma conquista importante para nós, ainda mais estando inseridos no mercado brasileiro e tendo passado por duas crises econômicas em tão pouco tempo. Simultaneamente, nossa responsabilidade é cada vez maior para continuar com brilho nos olhos e estar sempre ousando e inovando”, comentou Petrônio.

Como parte da celebração, a Auratec apresentou um selo comemorativo em 2017 que deu início a uma nova identidade visual e a um novo site, que entra no ar em fevereiro e será tão impactante quanto foi o primeiro, lá em 2008. A empresa fez uma grande campanha no mês de aniversário, focando os clientes que a acompanhou desde o início, envolvendo redes sociais e promoções. Ainda na Expomusic 2017 montaram dois estandes com a temática dos 10 anos, além de comemorar internamente com a equipe. Também já começaram a planejar os próximos dez, adiantando que a exportação está na pauta para o futuro.

“Em 2010 fizemos o nosso primeiro planejamento de longo prazo, e à época objetivávamos alcançar em 2014 o status de referência como fabricante de estruturas no mercado brasileiro. Hoje somos considerados uma grande referência, com uma abrangência nacional consolidada, diversos canais de atendimento, mais de 20 mil clientes ativos, com o maior portfólio de produtos entre os fabricantes brasileiros, a planta fabril mais moderna do País e uma série de outros indicadores que nos deixam contentes, mas ainda mais motivados para os próximos dez anos!”, enfatizou.

Leia também:  Mancini Cabos contrata Alexandre Nascimento para equipe de vendas

Captura de pantalla a lasAcompanhando tendências

Com equipamentos de áudio e iluminação menores e mais compactos, a empresa está percebendo uma necessidade atual diferente para a montagem. Petrônio explica: “As estruturas são produtos auxiliares no mercado de eventos, ou seja, somos um nicho de mercado acoplado à enorme locomotiva que é o mercado de entretenimento no Brasil. Sendo assim, nosso dever não é reinventar o nosso nicho, mas acompanhar as tendências do mercado que nos sustentam. Isso significa estar alinhado com as tendências dos nossos clientes no mercado local e acompanhar a movimentação do mercado global. Por exemplo, temos observado nos últimos anos que o custo de logística e mão de obra está cada vez maior para os nossos clientes, e isso nos leva a desenvolver produtos e soluções que exijam equipes mais compactas, menor espaço para transporte e armazenamento e maior durabilidade. Os equipamentos de som e iluminação estão cada vez mais leves, portanto não adianta focar ‘trambolhos’ para capacidades de carga cada vez maiores. Ao mesmo tempo, os eventos exigem cada vez mais qualidade estética, e precisamos apresentar soluções especiais que permitam uma diferenciação por parte do nosso cliente e assim por diante. É assim que a gente faz: trabalhamos para antecipar ou responder rapidamente às necessidades do mercado em vez de tentar fazer todo o mercado se adaptar às nossas invenções”.

Mais informações: www.auratec.com.br

www.facebook.com/auratec

Comentários
view more articles

About Article Author

Redacao MM
Redacao MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles