A importância do coaching

A importância do coaching
dezembro 16 15:19 2008

A importância do coaching
Aprimorar a rede de conversações nas empresas é o melhor caminho para melhorar as relações de trabalho

Coaching é um termo derivado da palavra coach, que significa treinador em inglês. Assim, coaching seria a ação de treinar ou orientar.
O capital humano (grupo de pessoas que constituem uma organização) tornou-se um fator crítico para dirigentes de diferentes empresas. De pequenas companhias a conglomerados, ambos começam a dedicar atenção para o seu material humano.
Atualmente, o coaching é uma das principais ferramentas para buscar melhores ações dentro das organizações. Uma de suas correntes mais importantes é a criada por Rafael Echeverria, doutor em filosofia e escritor de livros sobre o tema.
Segundo o autor, toda empresa é formada por uma rede de conversações — conversas indispensáveis para as ações no desenvolvimento de suas tarefas. Gerenciá-la é um desafio. Dessa maneira, o especialista propõe quatro perguntas para diagnosticar a real situação de uma empresa:
•    Como se conversa dentro da empresa?
•    Que conversações estão faltando?
•    Quais conversações estão sobrando?
•    Qual é a efetividade das conversações existentes?

Essa investigação ajudará a empresa a enxergar claramente seus problemas e as possibilidades de resolução. Portanto, a visão do coaching é a de que as conversações dentro das organizações determinem o nível de efetividade do seu desempenho, a sua viabilidade e o seu possível êxito ou fracasso.
Pesquisas realizadas com trabalhadores intelectuais indicam que eles utilizam somente 20% do seu potencial. A principal justificativa para essa baixa produtividade é a barreira que os próprios gerentes criam. Dessa forma, acabam se tornando grandes dificultadores, mas, na verdade, deveriam ser os incentivadores e facilitadores dos seus subordinados. E qual seria a explicação para esse fato?
Os gerentes tradicionais, aqueles que atuam na forma de comando e controle, não possuem as competências conversacionais necessárias para melhorar a produtividade de suas equipes. Abusam de uma autoridade formal e impõem a política do medo. Essa forma de atuar destrói qualquer rede de conversações que possa existir dentro das organizações.
O principal objetivo do coaching é transformar esses líderes em gerentes-coach. Estes teriam uma autoridade legítima outorgada pelos seus comandados e não imposta pela empresa. Essa legitimidade faria com que melhorassem sensivelmente as relações de trabalho, já que passariam a ser baseadas na confiança e no respeito mútuo.
O papel de um gerente-coach é aprimorar a rede de conversações dentro das organizações. Deixar as pessoas à vontade para expressar tudo o que realmente pensam sobre o seu trabalho e com isso criar um ambiente favorável à colaboração. Só assim consegue-se extrair o máximo de produtividade de cada um.
Dessa forma, o coaching é uma excelente alternativa para uma mudança de mentalidade geral dentro das organizações, que precisam se conscientizar de que só por meio de uma busca incansável pela melhoria das relações entre as pessoas é que conseguirão melhores resultados para os seus negócios.



Comentários
Leia também:  A arte da personalização
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles