81% dos brasileiros usam as mídias sociais para procurar novos produtos

81% dos brasileiros usam as mídias sociais para procurar novos produtos
março 18 11:16 2013

Pesquisa mostrou comportamento dos usários de redes sociais pelo mundo. Além do dado acima, no Brasil, os usuários também buscam descontos e em saber mais sobre as marcas

Por E-commerce News*

Pesquisa realizada pela Wishpond, empresa privada com sede em Vancouver, no Canadá, observou o comportamento dos usuários nas mídias sociais pelo mundo, e as plataformas utilizadas pelas empresas para atingirem este público.

De acordo com o levantamento, 81% dos brasileiros usam as mídias sociais para procurar novos produtos, enquanto 75% buscam por descontos, além de a maioria dos usuários verem as redes sociais como uma ótima maneira de saber mais sobre as marcas.

Já entre os franceses, 31% deles destinam a maior parte do seu tempo com aplicativos para celular em acesso as redes sociais, enquanto entre os italianos, a preferência é pela internet móvel. Só em 2012, 1/3 de todos os usuários móveis acessaram internet por meio de seus celulares.

Na Suécia, as jovens preferem passar o tempo na internet com leituras de blogs e lazer, enquanto os rapazes dedicam a maior parte do tempo interagindo com jogos on-line. Ainda de acordo com a pesquisa, os chineses são três vezes mais suscetíveis do que os norte-americanos em realizar uma compra com base no conteúdo gerado por usuários em redes sociais, como posts de blogs ou comentários.

O estudo também abrangeu o perfil empresarial, destacando que as empresas B2B, devem considerar o Linkedin para alcançar o seu público dos EUA. Segundo a pesquisa, 65% dos entrevistados B2B conquistaram clientes por meio do Linkedin. Já o Facebook e Twiter são mais ativos para empresas B2C, em que 77% e 59% adquiriram clientes pelos canais, respectivamente.

Leia também:  Nova linha Evidence

Na Noruega os comerciantes utilizam o Twitter, Tumblr e Pinterest para interagirem com pessoas com menos de 30 anos, enquanto o Linkedin é usado para atingir usuários com ensino superior. Já os russos priorizam o Facebook para se comunicarem jovens das classes A/B, enquanto que os consumidores com idade entre 25 a 35 anos podem ser encontrados no Odnoklassniki.

Enquanto isso, os portugueses interessados em alcançar usuários com idade abaixo de 13 anos, devem utilizar o Hi5, um site popular entre os pré-adolescentes do País. Para atrair os estudantes universitários e recém–formados, a Espanha utiliza a Tuenti, cujos usuários têm entre 18 e 24 anos, ainda que, grande parte utilize o facebook como rede social de preferência, enquanto os usuários ocasionais tendem a utilizar o YouTube.

*Artigo orginalmente publicado no site E-Commerce News, projetado para profissionais de todas as áreas, interessados nos mais recentes conteúdos sobre o e-commerce no Brasil e no mundo. Leia o original aqui.

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles