5 PERGUNTAS: O cenário econ

5 PERGUNTAS: O cenário econ
novembro 13 16:31 2012

Prepare-se com as perspectivas econômicas para o ano que vem e antecipe suas estratégias

O Brasil ainda é a menina dos olhos para muitos investidores. Contudo, já vem sendo sentida uma retração econômica no País, reflexos do cenário internacional, ainda desestabilizado. Porém, esse não é o único fator que está contribuindo para uma desaceleração em 2013. O endividamento das famílias — causado pelo excesso de crédito —, aliado à queda do crescimento chinês ratificam uma conjuntura menos otimista para o ano que vem. Mas que fique claro: essa retração será sentida apenas no consumo. É o que garante o nosso entrevistado desta edição: “O PIB irá aumentar”.  Presidente do Conselho do Instituto Brasileiro de Executivos do Varejo (Ibevar), Claudio Felisoni De Angelo também é idealizador e coordenador do MBA Varejo da FIA e presidente do Conselho do Programa de Administração de Varejo da Fundação Instituto de Administração (Provar), além de ser professor da FEA – USP. Acompanhe o cenário previsto pelo especialista e veja as dicas valiosas que ele oferece para, justamente, você fazer o seu planejamento com estratégias mais eficazes. 

1) Como fechará o ano de 2012 para a economia do País? E para o varejo, especificamente?

Este ano tivemos um crescimento no varejo muito parecido com 2011, em torno de 7%. Tal expansão é que permitirá um crescimento do PIB entre 1,5% e 1,7%. Para 2013 é previsto um crescimento maior do PIB, em torno, de 3%, porém considera-se que o consumo evoluirá mais lentamente. Essa menor expansão é explicada pelo crescimento vigoroso do consumo nos últimos anos, o grau de comprometimento da renda das famílias e um crescimento previsto dos investimentos mais intenso.

Leia também:  O piano Yamaha Clavinova CSP ensinará você a tocar suas músicas favoritas

2) Quais são as principais tendências econômicas mundiais em 2013?

O cenário ainda está pouco claro, mas o que se pode dizer é que o caráter desalentador no plano internacional permanecerá, evidentemente, em 2013, com a economia dos Estados Unidos ainda lenta e a desaceleração da economia chinesa.

3) Como elas afetarão a economia brasileira no próximo ano?

Com o crescimento menor no varejo que, mesmo com estímulos, deverá diminuir sua expansão.


4) Como os comerciantes devem se preparar para essas perspectivas?

É necessário ter cautela e fazer uma análise mais cuidadosa, principalmente nos aspectos de produção e distribuição. Os varejistas precisam ser mais eficientes nas ações na retaguarda das operações, pois na frente todo mundo vê e a concorrência logo imita. Então, lidar estrategicamente com as operações que estão por trás garante vantagens competitivas sustentáveis e por mais tempo.

5) Há alguma previsão de conjuntura econômica a que devemos dar mais atenção? Por quê?

Não só para o próximo ano… Deve-se prestar muita atenção nas mudanças que vêm ocorrendo com relação ao consumo. A internet está mudando a forma como as pessoas compram. Por conta disso, a maneira como as empresas se comunicam com o consumidor também está sendo redesenhada; além de que, já existe uma oferta quase ilimitada de produtos e serviços que vêm de todos os recônditos do planeta. Varejistas devem estar atentos a essas mudanças.

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles